Mulher Que Machucava a Própria Pele Até Sangrar Se Cura Com Tatuagens

Filipe_Lopes in Brasil

Conheçam o distúrbio que fez uma mulher se machucar até sangrar, e o que fez ela amenizar a doença foram as nossas queridas tatuagens!

Quando a doença chegou ao ponto dela se ferir até no rosto, um médico chamou atenção para o descontrole da doença
Quando a doença chegou ao ponto dela se ferir até no rosto, um médico chamou atenção para o descontrole da doença

Dermatotilexomania ou Dermatillomania, é uma doença psicológica em que a pessoa fica fazendo pequenas feridas na própria pele até sangrar e depois não deixa cicatrizar pois fica mexendo até sangrar novamente. Este problema é também associado aos transtornos obsessivos compulsivos o famoso TOC, e é isso o que acontecia com a Nicole Dobbie de 27 anos, mãe de duas crianças e moradora da Escócia.

Ela sentia sempre uma vontade incontrolável de ficar puxando sua pele até sair sangue e não fazia ideia de que sofria de uma doença pouco divulgada pela grande mídia. Quando ela descobriu e começou o tratamento, adivinhem o que ela usou para disfarçar e fazer sumir as cicatrizes na pele machucada? CLARO que foi a nossa querida tatuagem!

As marcas mais brancas das feridas de Nicole
As marcas mais brancas das feridas de Nicole

Nicole diz que essa condição começou aos 12 anos por causa de ansiedade e também por problemas na escola, e desde lá até os seus 27 anos ela não parou mais de coçar a pele, se beliscar ou fazer qualquer outro tipo de comportamento que fizesse sua pele sangrar. Na época ela tomava remédios fortíssimos que a deixavam quase vegetando como um zumbi, mas com o diagnóstico correto desta vez, ela já tem mais de 27 tatuagens para deixar para trás as marcas das feridas do passado, tanto psicológicas quanto físicas!

Nicole já com algumas tatuagens no corpo e a diferença de tom de pele
Nicole já com algumas tatuagens no corpo e a diferença de tom de pele

Recent from Brasil

Nicole tem a ajuda incondicional de seu marido, James, que disse que as piores horas em que ela fazia as feridas era sempre na hora de dormir, ela começava às 10 da noite e quando via eram 4 da manhã e ela estava toda ferida e com muitas dores. Na maioria das vezes ela fazia isso e nem notava, só quando suas mãos ou roupas estavam ensanguentados. Essa doença ataca principalmente mulheres da adolescência até os 20 anos, e além de usar as próprias mãos ou unhas, eles podem usar pinças, e até cortadores de unha para se machucar. Quem tem essa doença acha que tem alguma sujeira ou imperfeição na pele e começam a querer "limpar" o local, e quando se dão conta passam praticamente o dia todo se ferindo.

Pose pra foto
Pose pra foto

Nicole começou a fazer tatuagens em Agosto do ano passado e já tem muitas partes do corpo tatuadas, e pretende ter muitas mais conforme o tempo passa e seu tratamento vai chegando numa fase em que ela não precise mais se machucar para se sentir bem consigo mesma. Nós do Tattoodo tentamos ao máximo trazer todas as novidades do mundo da tatuagem, e também alertar para doenças de pele que não são muito comuns, quem sabe alguém esteja passando por isso e não sabe que é uma condição patológica. Vamos compartilhar para que mais pessoas saibam a real causa de suas "manias"

Algumas das tatuagens de Nicole
Algumas das tatuagens de Nicole

Nicole disse que as tatuagens estão trazendo de volta a confiança e a auto estima que ela veio perdendo ao longo dos anos, e que pretende fazer com que a sua doença seja cada vez mais divulgada para que mais pessoas tenham um diagnóstico rápido!

Esperamos que a tatuagem traga a vida de Nicole de volta
Esperamos que a tatuagem traga a vida de Nicole de volta

Fonte: DailyMail

Filipe_Lopes

@Filipe Lopes

Representante América Latina, Editor/Produtor Tattoodo. Sócio-Proprietário do Zero21 Tattoo Studio, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Amor incondicional à tatuagem, modificação corporal e artes visuais! A tinta na minha pele é tão vital quanto o sangue que corre nas minhas veias!

Follow

More from Author

We Recommend

Recent Staff Picks