17 Tatuagens De Máscaras Japonesas Pelo Espanhol Oscar Hove

17 Tatuagens De Máscaras Japonesas Pelo Espanhol Oscar Hove

A estética oriental com um toque do Mediterrâneo.

O Tattoodo hoje faz check-in na Espanha mas o visual é bem asiático. Tá sem entender, né? Calma, vou te explicar. Oscar Hove é um artista espanhol baseado em Barcelona, mas seu trabalho é totalmente influenciado pela cultura oriental.

Mas vamos partir do início. O cara começou a demonstrar interesse por arte por volta dos 12 anos de idade e o graffiti era o que mais lhe encantava.

Ele ainda trabalhou com design gráfico por um bom tempo antes de finalmente entrar pro mundo da tatuagem em 2011.

Com essa mudança de ares, Oscar passou a carregar consigo uma filosofia de vida: "APRECIE. Se algo não faz você feliz, essa coisa não é pra você".

Após uma visita ao Japão, o espanhol voltou pra casa inteiramente apaixonado e encantado pela cultura da terra do sol nascente, mas se recusou a seguir a linha tradicional, sem imitar, traçando uma linha de trabalho muito pessoal mas sem perder a referência cultural que queria trazer em seus desenhos.

"Não posso mudar o fato de ser um cara espanhol, viver uma vida mediterrânea, então, não estou tentando fazer tatuagens japonesas tradicionais", diz Oscar.

Mas o que realmente fisgou o artista foi um item muito peculiar da cultura japonesa, as famosas máscaras do teatro Noh. Essa é uma forma clássica do teatro profissional do Japão que une canto, pantomima (representação exclusivamente através de gestos), música e poesia, executada desde o século XIV, e possui uma das figuras mais conhecidas no meio da tatuagem, a Hannya. 

Se você não tem ideia do que diabos é uma Hannya eu te conto. Esse tipo de máscara é uma representação do conceito de inferno do budismo japonês, refletindo os sentimentos confusos dos seres humanos como paixão, ciúme e ódio, capazes de transformar qualquer pessoa num verdadeiro monstro.

Hove é, de forma confessa, muito atraído pelo esoterismo e ocultismo, então quando viu a forma como o folclore japonês lida com seus demônios, com um perfeito equilíbrio entre medo e positividade, ficou simplesmente maravilhado.

Mas essa fixação por esse tipo de objeto vem desde a sua infância. Nessa época, um amigo lhe mostrou uma máscara branca sem nenhum tipo de detalhe e aquilo foi o protagonista dos pesadelos do tatuador por muito tempo. 

Quando conheceu as carrancas japonesas sentiu despertar dentro de si sentimentos que tinha quando criança: medo e curiosidade. No fim das contas, essas máscaras se tornaram sua maior inspiração para criar suas tatuagens.

"As máscaras separadas ilustram a ideia japonesa de que cada objeto pode ter uma vida. Tudo pode ter uma alma. As máscaras tem uma história escondida por trás deles, como pessoas. Até mesmo quebradas, a história está acontecendo."

Curtiu o trabalho do espanhol? Se quiser ver mais, basta clicar em #OscarHove . Existe um conceito de um inferno, no budismo japonês, em que Hannyas são a representação dos confusos sentimentos humanos como a paixão, ciúme, e ódio, todos capazes de transformar homens e mulheres nesse terrível monstro.

androidapplearrow-rounded arrowArrowsavatar-hollowavatar caretiPad Portraitcheckmark circle close-round closecomment-filled comment cross-fashioncrosscustomicondiscoverdone exiteyefilter globe hamburgerhearticon-loading iconlike-filled Likelocation mail nextphone pin-filled pin review-star review-studio Savescroll-downsearch ShareCombined ShapeCreated with Sketch. star Go to studio iconuserverifiedwebsite