17 Tatuagens Poderosas Do Deus Egípcio Anúbis

By
17 Tatuagens Poderosas Do Deus Egípcio Anúbis

O mitológico deus dos mortos arrepiando na pele da galera!

Corpo de homem e cabeça de chacal (um animal semelhante a raposa), é assim que o deus dos mortos, da mumificação e do submundo, Anúbis, é retratado desde os remotos tempos dos grandes faraós do antigo Egito. 

Anúbis é considerado a primeira múmia do Egito antigo, guardião dos túmulos e juiz dos mortos. Seu nome pode ser derivado da palavra "inep" que significa "purificar" ou "apodrecer". Na antiga língua egípcia seu nome era Anpu ou Inpu, o nome como conhecemos é uma versão para o grego. 

A retratação do Deus pode ter vindo da observação do comportamento de animais selvagens, que rondavam cemitérios e violavam sepulturas pouco profundas. Isso fez nascer outra crença entre o povo, a de que se o corpo não fosse mumificado da forma correta acabaria sendo devorado por Anubis, por esse motivo ele recebeu o crédito de inventor do embalsamamento e, portanto, deus da mumificação.

Anúbis foi fruto da união do deus Osíris com sua irmã Néftis. Osíris governava uma enorme quantidade de terras no Egito, e isso despertou ciúmes em seu irmão Set que acabou por assassiná-lo. Mas sua outra esposa-irmã, Ísis, o ressuscitou e Néftis em conjunto com Anúbis embalsamaram seu corpo. 

Ao retornar dos mortos, Osíris opta por ficar no submundo e se encarrega de pesar o coração dos mortos para decidir seu destino no pós vida. Anúbis, então, assume a preparação do ritual de morte e a mumificação dos corpos, além de também ser o guia das almas. Ele possuía alguns sacerdotes que o auxiliavam na preparação dos corpos, que usavam máscaras de chacais no processo.

Anúbis tomou pra si a tarefa de pesar os corações dos mortos. Tal pesagem se dava através da "pena da verdade", se o órgão pesasse mais que uma pena, Ammit, o devorador de almas, garantia o jantar, pois significaria que o coração estaria cheio de maldade. Se fosse mais leve, então o morto seguiria seu caminho no pós vida junto a Osíris.

O Deus-chacal se casou com uma deusa que atuava praticamente na mesma área, Anput, entidade dos funerais e dessa união nasceu Kebechet, que é associada ao líquido usado para embalsamar os corpos.

Raramente Anúbis aparece representado na sua forma humana total, mas há uma retratação na capela do templo de Ramsés II, em Abidos. Nessa pintura, a cor do seu rosto é negra e especula-se que seja uma referência a cor de um cadáver sendo mumificado. 

Gostou de conhecer um pouco mais sobre a história de Anúbis? Se você tem uma tattoo inspirada no Deus dos mortos compartilhe com a gente!

Aproveite pra baixar o aplicativo do Tattoodo! Nele você pode ver todas as nossas matérias sem nenhuma publicidade, tudo lindo e fácil de usar! Além de poder compartilhar as suas tatuagens com todo o mundo! Baixe agora mesmo: iPhone | Android. Artistas, mandem seus portfolios pra gente: filipe@tattoodo.com

Book your next tattoo

Search for tattoos, cities, studios & artists

Top cities