20 Tatuagens Maravilhosas De Bailarinas

By
20 Tatuagens Maravilhosas De Bailarinas

Toda a magia do espetáculo de uma das danças mais poéticas da cultura mundial!

De longe uma das danças mais belas do mundo da arte, o balé (ou ballet) clássico ganha espaço no nosso palco representado por tatuagens dignas do seu encanto. 

Ao contrário do que se imagina, o balé surgiu na Itália, há cerca de 500 anos, como entretenimento da nobreza da época para seus visitantes e contava com poesia, música, mímica e dança. Seu primeiro registro data do ano de 1489, na comemoração do casamento do Duque de Milão com Isabel de Árgon.

Essa dança chegou na França graças a Catarina de Médici, esposa do rei Henrique II. A corte proporcionou o espetáculo mais famoso da época, o Ballet Cômico da Rainha, no ano de 1581 em celebração ao casamento da irmã da monarca. A duração tinha em torno de 5 a 6 horas e causou inveja a várias casas reais da Europa naquele tempo. 

O balé ganhou espaço e popularidade entre a nobreza francesa e se aprimorava em cada ocasião. 100 anos após sua introdução no país, atingira seu auge com o rei Luiz XIV, que acabou por se tornar um bailarino e se apresentou pela primeira vez aos 12 anos (foi após sua performance que ganhou o título de "Rei Sol"). O mesmo, mais tarde, em 1661, veio a fundar a Academia Real de Ballet e a Academia Real de Música, 8 anos depois, criou a Escola Nacional de Ballet.

O professor francês Pierre Beauchamp foi o criador das cinco posições dos pés que vieram a se tornar o be-a-bá de todo o balé clássico e, pra quem não sabe, o código desta dança é universal e totalmente em francês. Das côrtes, o espetáculo passou a ganhar os palcos de teatros e se tornou profissão. 

Inicialmente, esta era uma atividade unicamente masculina, quando em 1681, Jean Baptist Lully (bailarino predileto do rei Luiz XIV) apresentou Le Triumphe de l'Amour, no qual introduziu em cena quatro mulheres. Dentre elas, estava Mademoiselle de LaFontaine, que se tornou a primeira bailarina profissional. 

Os bailarinos franceses e os italianos se diferenciavam em alguns pontos, enquanto os primeiros se destacavam por sua elegância, os dançarinos da Itália eram marcantes por seus movimentos acrobáticos. 

Houve uma fase em que o Período Romântico da dança estrou em crise na Europa o que acarretou o declínio do balé, contudo, na Russia, onde ele já havia chegado, nada mudara. Patrocinado pelo Czar, as companhias de Moscou e São Petersburgo ganharam notoriedade por suas estonteantes produções, fazendo com que um grande número de coreógrafos e bailarinos franceses se juntassem a eles.  

Mario Petipa, um francês que havia ido para a Rússia em 1847 para uma viagem, acabou se instalando permanentemente e se tornou coreógrafo chefe de uma dessas companhias. O foco do balé clássico migrou da França para a gélida São Petersburgo desde então. 

Sob o comando de Petipa, foram realizados espetáculos célebres e longos, revelando grandes talentos da dança. Mario trabalhou com vários compositores, incluindo Tchaicowsky, criador de A Bela Adormecida, Quebra-Nozes e Lago dos Cisnes. 

No final do século XIX, Petipa já era considerado ultrapassado e, novamente, o balé decaiu. Mas então o russo Serge Diaghilev aparecera cheio de novas ideias junto com outros amigos artistas, mas como São Petersburgo ainda não estava pronta para tais mudanças, ele partiu para Paris. 

Serge disseminou a arte russa na França até, finalmente, em 1909, introduzir o balé russo. Os parisienses conheceram o suprassumo das companhias imperiais, nomes como Ana Pavlova, Tamara Karsaviana e Vaslav Nijinsky e o coreógrafo Mikhail Fokine, que foi aclamado pela crítica francesa. Em 1911, Diaghielev e os demais artistas conterrâneos foram convidados a retornar para seu país de origem, e lá, formou sua companhia, o Ballet Russo. Começa aí uma nova era. 

Em 1929, mesmo após a morte de Serge Diaghilev, o Ballet Russo já encantava públicos europeus e até na América. Serge popularizara a dança, descobriu novos talentos e o balé se espalhou pelo mundo.

No século XX, houve uma atuação da companhia de Diaghilev no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, depois, a companhia da bailarina Ana Pavlova também passou pelo nosso país, e esta teve grande interesse em dar início ao balé no Brasil. No ano de 1927, a bailarina russa Maria Olenewa fundou a escola de dança do Teatro Municipal, formando nomes como Madeleine Rosay, Leda Yuqui, Carlos Leite e vários outros. 

Dentre os grandes bailarinos brasileiros da modernidade podemos destacar Ana Botafogo, Noêmia Wainer, Marcos Veniciu e tantos outros, assim como grandes compositores como Villa-Lobos, Luís Cosme e Cláudio Santoro. 

Depois de tanta história, que tal a gente saber algumas curiosidades? As sapatilhas, por exemplo, surgiram no período Romântico, numa época onde a figura feminina era vista com pureza e santidade e esse tipo de sapato era parte dessa simbologia, assim como roupas claras. 

A ponta da sapatilha, tão rígida e que permite aquele lindo posicionamento das bailarinas, é feito de gesso e é moldada através dos exercícios e da flexibilidade dos pés. Inicialmente, essa ponteira era feita de outro material, o ferro. 

O balé pode ajudar no incentivo a postura correta, elegância e também ajuda a corrigir desvios posturais assim como problemas nos joelhos e pés. Também há uma técnica cubana chamada psicoballet, que une a arte da dança com psicologia na intenção de ajudar pessoas a superarem dificuldades emocionais através do balé.

De uma arte exclusivamente masculina para algo que abraça todos os gêneros; é terapêutica, é poética, é de todas as partes do mundo. O balé é um patrimônio artístico secular que continua encantando públicos de todas as idades e de todas as línguas, mesmo quando se torna apenas um desenho gravado eternamente na pele dos apaixonados pela dança. 

Se você é um fã de dança e tem essa paixão marcada no corpo, compartilha com a gente sua tattoo com #ballettattoo na legenda lá no aplicativo do Tattoodo! Nele você pode ver todas as nossas matérias sem nenhuma publicidade, tudo lindo e fácil de usar! Além de poder compartilhar as suas tatuagens com todo o mundo! Baixe agora mesmo: iPhone | Android. Artistas, mandem seus portfolios pra gente: filipe@tattoodo.com

Featured Tattoo Destinations

androidapplearrow-right arrow-rounded arrowavatar-followavatar-hollowavatar-unfollowavatar brightness burger-searchcalendar caretcheckmarkclock closecomment-filled contrast crop cross-fashioncrossdone editemail exitfacebook hearticoninstagram like-filled Likelinklistlocation-hollow location mediumnext phone pin-filled play previous review-star Path 2save-plusSavescroll-downsearch shareshareEmail shareFacebook sharePinterest shareTwitter Combined ShapeCreated with Sketch. star studio-simpleGo to studio icontag-button user-lockverified website youtubezoom-in zoom-out